sábado, 23 de março, 2019

O MUDEIdeNOME encerrou seu carnaval com pipoca lotada no Campo Grade.Ver mais...

“Cole na banca, e sai da maresia. Tudo é brincadeira só pra você dançar”. Foi com esse chamado que o Movimento Musical MUDEIdeNOME preparou os foliões para o carnaval de 2019. E não deu outra! Durante todas as apresentações do grupo, um grande público os acompanhou, incansavelmente, formando um mar de gente que exalava felicidade. Na tarde de hoje, terça (05), no Circuito Osmar, do Campo Grande, não foi diferente. Ricardo Chaves, Jonga Cunha, Ramon Cruz e Magary Lord, encerraram a maratona da folia, com chave de ouro, arrastando uma multidão na pipoca sem cordas. Durante todo percurso, cantaram juntos antigos sucessos que marcaram a história do carnaval, hits da Axe Music, e canções autorais do grupo como “Oba”, “Inventando moda”, “Mudei de Nome” e a recém-lançada “Carnavalito”. Antes de iniciar o desfile, o cantor Ricardo Chaves falou sobre a importância do Circuito Osmar. "O Circuito do Campo Grande se reafirma a cada ano. Continua sendo a realidade do carnaval de Salvador. Foi por aqui que a história da folia começou”. Ele ainda declarou que não consegue imaginar a festa soteropolitana sem o itinerário do centro. "Eu não enxergo o carnaval de Salvador sem passar por aqui pelo Campo Grande, sem descer pela Ladeira do São Bento, sem dobrar a Sulacap e sem subir a Carlos Gomes". “Estamos muito felizes com nosso público, diverso, divertido e que se amplia a cada dia. MUDEIdeNOME não é apenas uma banda, um projeto, um conceito, ou um coletivo de pessoas: é um lugar de brincar. E que assim seja!”, conclui Andrezão Simōes, integrante e produtor artístico.

Publicidade Baixo Internas
Encoberto9999° Csábado, 23 de marçoSalvador, BA9999%7 KM/h