terça, 22 de outubro, 2019

’Não há condições de apoiar anistia a caixa 2’, diz Temer

O presidente da República, Michel Temer, anunciou neste domingo (27) um "ajustamento institucional" com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a fim de impedir a tramitação no Congresso de qualquer medida que permita anistia a políticos que tenham praticado caixa dois.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou que os presidentes da Câmara e Senado concordam que "essa matéria não deve tramitar", pois não é prioridade. Segundo ele, as matérias econômicas são prioritárias, e devem ser votadas para acelerar a retomada do crescimento. Ele também cita a Lei Orçamentária de 2017.

Maia, por sua vez, afirma que debate dele com líderes sobre anistiar crimes "nunca aconteceu". "começamos a discutir algo que não existe", diz, sobre a "emenda da tal da anistia". "Essa emenda não foi assinada por nenhum líder, então, formalmente, ela não existe" disse.

Publicidade Baixo Internas