terça, 16 de julho, 2019

A língua separa os melhores amigos e já fez começar guerras entre nações. Veja mais..

 

A lingua não é má, o que é má, é o mau uso da língua. Por exemplo um cozinheiro muito rico xingava muito, falava muissimas palavras torpes, xingava os seus empregados e xingava até a sua própria comida. Um belo dia, o seu cozinheiro preparou língua cozida pra ele, e quando ele chegou para almoçar, já chegou xingando o cozinheiro dizendo: Que miséria você preparou para eu comer hoje seu desgraçado? Respondendo disse o cozinheiro é língua patrão, e começando a comer, xingou a comida dizendo, está miserável de boa. No dia seguinte o cozinheiro preparou língua assada e língua assada é ruim mesmo, e quando o xingador chegou, foi logo xingando o cozinheiro e o calor. Sentou-se na mesa começou a comer, e chamando o cozinheiro bradou dizendo: Seu desgraçado que comida miserável de ruim é essa? Disse o cozinheiro? É língua patrão. Mas ontem estava desgraçada de boa, hoje está uma miséria de ruim. Sussurrou o cozinheiro, dizendo, eu fiz isso de propósito, pra o senhor aprender que agente pode usar a língua pro bem e pro mau e pro mal também. Com essa lição, vinda de um empregado, àquele patrão parou de xingar.

Pare de usar você também de usar a sua língua pro mau, porque assim como a língua separa os melhores amigos, a língua separa também o homem de Deus o criador de  tudo inclusive do tão importante órgão chamado língua.