quarta, 21 de agosto, 2019

"Pra falar com doido tem que ser outro doido" e por isso eu, deputado Isidório desejo falar com Bolsonaro

 
Deputado conhecido como doido se oferece pra falar com Bolsonaro e afimou, que pra falar com doido tem que ser outro doido
Deputado federal mais votado da Bahia, com 323 mil votos, o Pastor Sargento Isidório, do Avante, é uma figura polêmica: se diz ex-gay, curado por Deus.
Na noite desta terça-feira (21), Isidório foi ao plenário da Câmara criticar o chamado Decreto de Armas de Jair Bolsonaro, que facilita o porte de armas a civis no Brasil.
Para o deputado, alguém tem que ser um mediador entre o Congresso e o presidente. Para ele, é a Câmara tem criar uma comissão para estabelecer esse diálogo para isso ou mesmo definir um parlamentar para a missão. Dito isto, ele mesmo se voluntariou.
“Pelo perfil dele, me sinto preparado para ir até lá, se for necessário, porque venho da Bahia, sou conhecido como doido. E para conversar com doido, só outro doido. O deputado pastor sargento Isidório (Avante-BA) disse ser contra as mudanças sobre a flexibilização de armas, e se ofereceu para conversar com o presidente Jair Bolsonaro sobre o assunto.