terça, 30 de novembro, 2021

CORAÇÕES PETRIFICADOS. VER MAIS...

Não me refiro a ninguém, especificamente, mas a todos, indistintamente.
Enquanto profissionais de saúde arriscam-se, ao cuidar da saúde das vítimas da CoViD-19, pagando, muitas vezes, com a própria vida; e são levados, muitas vezes, a reeditar a sofrida “escolha de Sofia”, uma das mais difíceis decisões que o médico é obrigado a tomar, quando dispõe de apenas um respirador mecânico para ventilar os pulmões de dois pacientes igualmente necessitados.
É humanamente desesperador ser obrigado a decidir, sem critérios médicos objetivos, sobre quem fica e quem se vai.
Por outro lado, alguns ocupantes de cargos públicos, de corações petrificados, valem-se das lacunas da lei para delinquir.
Para esses, assim como para aqueles que desviam ou subvertem os recursos destinados à merenda escolar, a punição exemplar.
Publicidade Baixo Internas